Ir para o conte√ļdo

1

Ir para o menu

2

Ir para busca

3

Ir para o rodapé

4

ACESSIBILIDADE

5

CONTRASTE

6

MAPA DO SITE

7
 

Teses de doutorado ūüéď

URI Permanente para esta coleção

Trabalho de pesquisa realizado como requisito para obtenção do título de doutor em um programa acadêmico.

Navegar

Submiss√Ķes Recentes

  • Item
    Afrocentricidade, educação e poder: uma crítica afrocêntrica ao eurocentrismo no pensamento educacional brasileiro
    (2017) Benedicto, Ricardo Matheus; Severino, Antonio Joaquim; Severino, Antonio Joaquim; Amaral, Monica Guimaraes Teixeira do; Barbosa, Maria Val√©ria; Santos J√ļnior, Renato Nogueira dos; Tavares, Fernando Jorge Pina
    Esta tese tem por objetivo contribuir para uma melhor compreensão do papel do eurocentrismo no pensamento educacional brasileiro. Para tanto orientado pela filosofia afrocêntrica de Abdias do Nascimento, Molefi Kete Asante, Marimba Ani e pelos trabalhos de Cheikh Anta Diop, Asa Hilliard, Carter G. Woodson e Wade Nobles realizamos uma crítica afrocentrada do pensamento educacional de Rui Barbosa, José Veríssimo, Fernando de Azevedo, Anísio Teixeira, Paulo Freire e Darcy Ribeiro bem como dos modelos educacionais defendidos e implementados por estes importantes pensadores da educação do país. Para reforçar esta crítica, este trabalho avalia a maneira pela qual a intelectualidade afro-brasileira compreendeu e reagiu aos sistemas de educação desenvolvidos por aqueles intelectuais. Nossa análise também mostrou que o modelo eurocêntrico de educação implantado no país tem como um de seus principais objetivos manter o poder e a hegemonia branca europeia. Em uma sociedade orientada e organizada pela ideologia da supremacia branca os não brancos descendentes de africanos e indígenas não têm poder, e desse modo, como conclusão deste trabalho, argumentamos que somente um modelo educacional quilombista (afrocentrado) é capaz de oferecer uma educação que atenda de modo satisfatório às necessidades dos afro-brasileiros.
  • Item
    Entre becos e ONGs: etnografia sobre engajamento militante, favela e juventude
    (2017) Souza, Patr√≠cia L√Ęnes Ara√ļjo de; Bezerra, Marcos Ot√°vio; Bezerra, Marcos Ot√°vio; Novaes, Regina Celia Reyes; Vianna, Adriana de Resende Barreto; Segala, Lygia; Cunha, Christina Vital da; Motta, Eug√™nia; Silva, Ana Claudia Cruz da
    Esta tese analisa pr√°ticas e trajet√≥rias de moradores (as) do conjunto de favelas do Complexo do Alem√£o, localizado na zona norte da cidade do Rio de Janeiro, engajados (as) de diferentes formas em a√ß√Ķes coletivas locais. A produ√ß√£o de seus engajamentos militantes e a cria√ß√£o de diferentes formas de a√ß√Ķes coletivas √© influenciada e influencia o contexto na qual se insere. A Internet e o uso das redes sociais virtuais, bem como os diferentes investimentos p√ļblicos e privados que chegaram at√© o lugar nos √ļltimos anos, a partir da entrada e consolida√ß√£o das Unidades de Pol√≠cia Pacificadora (UPPs) e do Programa de Acelera√ß√£o do Crescimento (PAC), s√£o elementos cruciais desse contexto. Assim como o recrudescimento da viol√™ncia policial no local e a intensifica√ß√£o da criminaliza√ß√£o de movimentos sociais, sobretudo de setores populares. Nesse cen√°rio, conformam-se as rela√ß√Ķes entre engajamento militante (‚Äúmilit√Ęncia‚ÄĚ, ‚Äúativismo‚ÄĚ e diferentes modalidades de ‚Äúa√ß√£o ou trabalho social‚ÄĚ) e as organiza√ß√Ķes n√£o governamentais (ONGs) de dentro e de fora das favelas. Elas s√£o atravessadas n√£o apenas pelo compartilhamento de determinadas causas ou agendas, mas tamb√©m por rela√ß√Ķes de trabalho, educacionais e pessoais. As pr√°ticas e trajet√≥rias de engajamento militante aqui analisadas permitem perceber de que modo diferentes atores mobilizam e constroem as categorias ‚Äújovens/juventude‚ÄĚ e ‚Äúfavela‚ÄĚ, e de que modo se percebem e s√£o percebidos atrav√©s delas, considerando interse√ß√Ķes e deslizamentos entre milit√Ęncia e projetos sociais. Nesse cen√°rio, tamb√©m s√£o (re) criadas rela√ß√Ķes entre pessoas envolvidas com movimentos sociais locais e pesquisadores (as) que produzem, de diferentes maneiras, seus engajamentos militantes a partir de suas inser√ß√Ķes de pesquisa e dos v√≠nculos que estabelecem com o lugar e seus (suas) moradores (as).
  • Item
    Política e estruturação do território: PAC e UPPs no Complexo do Alemão
    (2015) Silva, Heitor Ney Mathias da; Egler, Tamara Tania Cohen; Egler, Tamara Tania Cohen; Oliveira, Floriano José Godinho de; Martins, Carlos Eduardo da Rosa; Mamani, Hernan Armando; Oliveira, Débora Santana de
    O objeto da tese s√£o as transforma√ß√Ķes do Complexo do Alem√£o entre 2008 e 2014. Avaliamos os efeitos da pol√≠tica p√ļblica no tecido social, em particular no cotidiano dos moradores do Complexo do Alem√£o. As interven√ß√Ķes analisadas s√£o: as obras do Programa de Acelera√ß√£o do Crescimento (PAC), das Unidades de Pol√≠cia Pacificadora (UPPs) e para alcan√ßar o impacto das mesmas no cotidiano observamos a participa√ß√£o da popula√ß√£o. O PAC √© voltado para: acessibilidade, habita√ß√£o, saneamento, educa√ß√£o, cultura, esporte, lazer, gera√ß√£o de empregos e meio ambiente, as UPPs para seguran√ßa e cidadania. A a√ß√£o dos moradores se dirige a garantia da adequa√ß√£o e qualidade das obras, da seguran√ßa p√ļblica e o respeito aos direitos humanos. Estabelecemos como eixos de an√°lise, primeiro a centralidade da pol√≠tica e mapeamos os discursos sobre o conjunto formado pelo PAC e as UPPs, analisamos como esses discursos formam opini√Ķes dentro da comunidade, no conjunto da cidade e do estado, ou seja, o reflexo na pol√≠tica, a seguir temos outro eixo baseado na hist√≥ria e economia local, onde articulamos o desenvolvimento do lugar com determina√ß√Ķes mais gerais, que s√£o: o desenvolvimento nacional e o desenvolvimento da cidade do Rio de Janeiro, o pr√≥ximo eixo √© a materializa√ß√£o do discurso hegem√īnico no espa√ßo, onde analisamos cada uma das obras e projetos, o que se propunham e os resultados. O √ļltimo eixo trata das conclus√Ķes, ou seja, que estrutura√ß√£o do territ√≥rio ser√° plasmada pelo conjunto PAC e UPP.